Sábado, 8 de Fevereiro de 2014

O futuro incerto do 'Libération'

 

(capa do Libération de hoje)

 

Quem disse que os jornalistas não devem ser notícia?

publicado por Pedro Correia às 20:00
link | comentar | ver comentários (2) | favorito
Quinta-feira, 16 de Agosto de 2012

O que François Hollande fez em 56 dias de presidência

 

As fontes não são claras (nem a veracidade da informação), mas não quisemos deixar de aqui mencionar um artigo que tem sido divulgado em vários blogs e que dá a conhecer as principais medidas do Presidente francês, nos primeiros 56 dias do seu mandato.

 

(Nota: Após uma pequena pesquisa, apenas encontrámos a informação compilada em blogs e comentários feitos a alguns jornais portugueses.)

 

 

Entre as mencionadas aqui ficam as minhas preferidas (transcritas literalmente do blog ruixisto3112):

 

- Suprimiu 100% dos carros oficiais e mandou que fossem leiloados; os rendimentos destinam-se ao Fundo da Previdência e destina-se a ser distribuído pelas regiões com maior número de centros urbanos com os subúrbios mais ruinosos.


- Privou a Igreja de subsídios estatais no valor de 2,3 milhões de euros que financiavam exclusivas escolas privadas, e pôs em marcha (com esse dinheiro) um plano para a construção de 4.500 creches e 3.700 escolas primárias, a partir dum plano de recuperação para o investimento em infra-estrutura nacional.


- Reduzido em 25% o salário de todos os funcionários do governo, 32% de todos os deputados e 40% de todos os altos funcionários públicos que ganham mais de € 800.000 por ano. Com essa quantidade (cerca de 4 milhões) criou um fundo que dá garantias de bem-estar para “mães solteiras” em difíceis condições financeiras que garantam um salário mensal por um período de cinco anos, até que a criança vai à escola primária e três anos se a criança é mais velha. Tudo isso sem alterar o equilíbrio do orçamento.

 

 

 

Podem encontrar o post aqui.

publicado por Virginia Coutinho às 10:21
link | comentar | ver comentários (2) | favorito
Segunda-feira, 26 de Março de 2012

séparés à la naissance

Para quem gosta de comunicação política e não se importa de ler francês, fica uma análise à comunicação nas presidenciais francesas, com imagens comparativas muito interessantes. Para abrir o apetite, deixo a minha preferida. A comparação, claro.

 

publicado por Rodrigo Saraiva às 12:22
link | comentar | favorito
Segunda-feira, 22 de Fevereiro de 2010

Liberté, égalité, fraternité ...

 

A PRWeek Global apresenta hoje o panorama das relations publiques em França. Os comentários seriam mais que muitos, ide ler.

publicado por Rodrigo Saraiva às 13:20
link | comentar | favorito

autores

Contacto

piar@sapo.pt

tags

todas as tags

links

arquivos

pesquisar

subscrever feeds