Quinta-feira, 13 de Janeiro de 2011

Prosperidade e Upload

O PiaR tem a honra e o prazer de anunciar os dois reforços deste poleiro.

 

Sem mais demoras, podem dar as boas vindas ao António Marques Mendes e à Virginia Coutinho.

 

As apresentações mais sérias (ou não) ficarão para os próprios nos posts de abertura. É como se fosse uma conferência de imprensa, mas sem direito a perguntas, embora tenham sempre os comentários ao vosso dispor.

 

Em resumo, são duas contratações que vão trazer novos pontos de vista, novas perspectivas, ao PiaR. O António que tem mais anos a virar frangos, mais experiente, e que conjuga traquejo em várias agências / consultoras com um percurso académico e a Virginia, que começa a dar os primeiros passos no percurso profissional, mas a quem reconhecemos uma capacidade empreendedora, comprovada na organização dos Encontros de Estudantes de Marketing e Comunicação e, mais recentemente, no Upload Lisboa.

 

Com esta chegada do António o seu on prosperity, que estava ali na barra “do métier”, passa para o “torre do tombo”.

 

Venham de lá essas postas! Vamos a isto!

 

 

publicado por Rodrigo Saraiva às 01:13
link | comentar | ver comentários (1) | favorito
Quarta-feira, 12 de Janeiro de 2011

Reforços a chegar

Foi com um sushi alentejano à mesa que o PiaR assinou contrato com os dois reforços que amanhã serão apresentados.

 

Duas pessoas, cada qual com as suas características, que vêm reforçar o plantel bloguista deste poleiro.

 

Não houve necessidade de exames médicos e chegam a custo zero, o que em tempos de crise é sempre bom.

publicado por Rodrigo Saraiva às 15:05
link | comentar | favorito
Terça-feira, 4 de Janeiro de 2011

e lá vai o Alexandre

É já nesta quinta-feira, dia 6, pelas 17h, que o Alexandre se desloca a Portalegre, à Escola Superior de Educação, onde será um dos oradores da conferência "A Comunicação Política - o papel do Marketing nas campanhas eleitorais".

 

Break a leg Alex.

 

 

 

publicado por Rodrigo Saraiva às 10:27
link | comentar | favorito
Quinta-feira, 30 de Dezembro de 2010

Assim de repente, 2011 vai ser o ano em que …

O sector nacional das Public Relations vai assistir a muitas mudanças empresariais. De tudo um pouco!

 

Associativismo, rankings e prémios vão estar na agenda sectorial.

 

Outras áreas da Comnunicação vão reforçar as suas tentativas de entrar no campo de actuação das Public Relations.

 

Os PR After Work continuarão a acontecer, com uma edição a Norte.

 

A equipa de autores do PiaR será reforçada.

 

 

adenda: sobre 2011, fui desafiado pelo Mr.Steed e Alexandre Gamela a dar as minhas previsões sobre os Media. Deixo-as aqui, tendo sido referenciadas aqui e aqui, sendo certo que terão impacto nas Public Relations:

1. A imprensa escrita vai estar em mutação.

2. Na imprensa escrita … os líderes serão cada vez mais líderes.

3. Na imprensa escrita … uns acabarão, outros mudarão a periodicidade e outros passarão para online.

4. Novos títulos irão surgir mas com enfoque em nichos. Títulos especializados. Direccionados a comunidades.

5. Os registos e tempo de permanência nas redes sociais vão continuar a crescer em alta velocidade.

6. Mais smartphones, muitos tablets … crescimento de acessos internet por mobile!

7. Todos os media, novos e velhos, a adaptarem-se ao mobile.

8. Velocidade de acesso a internet sempre a aumentar: o WIMAX vai chegar.

9. Uma dúvida permanecerá: conteúdos online ficam gratuitos ou começa-se a pagar?

 

 

 

(um post que pode ser actualizado a qualquer momento)

 

 

publicado por Rodrigo Saraiva às 13:00
link | comentar | ver comentários (1) | favorito
Quarta-feira, 29 de Dezembro de 2010

Assim de repente, 2010 foi o ano em que …

O PiaR foi nomeado nos Euprera Social Media Awards 2010.

 

Os poleiros blogosféricos da área da comunicação quase que duplicaram.

 

Um ex profissional de Public Relations foi eleito Primeiro-ministro no Reino Unido.

 

Eu saí da LPM e comecei o meu desafio na NextPower. E fui convidado como orador para conferências.

 

O Alexandre saiu da GCI e tornou-se um Special One. Foi convidado a escrever artigos de opinião e a ir à televisão. E vai estrear-se como speaker.

 

O PiaR lançou os PR After Work. E já foram 3.

 

O PiaR fez uma emissão especial do evento Verge da Ogilvy.

 

Os LipDub chegaram a Portugal e foi feito um TribalMob (que teve transmissão em directo no PiaR).

 

O PiaR publicou um post (word-of-mouth) de uma recém-licenciada e esta acabou contratada.

 

O sector nacional foi analisado pela PR Week no seu Global Focus.

 

O sector continuou a falar, e muito, de associativismo, mas continua praticamente tudo na mesma.

 

O sector voltou a falar de rankings, mas continua praticamente tudo na mesma.

 

Voltou a falar-se de Lobby, e o seu reconhecimento, mas continua tudo na mesma.

 

O sector, os seus profissionais, cerraram fileiras em dois momentos. Na defesa da profissão contra os disparates de um catedrático e para ajudar a Carolina Enes na sua Tese de Mestrado.

 

O sector não cerrou fileiras, mas tem sido consensual em afirmar as Public Relations como área adequada para actuação na Social Media.

 

As Public Relations afirmaram o seu espaço em Cannes. E o Cannes Review não passou ao lado.

 

O UploadLisboa teve a sua segunda edição e apostando em oradores internacionais trouxe Brian Solis.

 

O ano termina com a novela Ensitel, enquanto crise, mas não se pode esquecer o Mitsubishi ASX ou o meu Sushi.

 

 

publicado por Rodrigo Saraiva às 17:26
link | comentar | ver comentários (2) | favorito
Quinta-feira, 23 de Dezembro de 2010

Boas Festas

tags:
publicado por Rodrigo Saraiva às 15:58
link | comentar | favorito
Sexta-feira, 10 de Dezembro de 2010

lembrete: @UploadLisboa é já amanhã

E eu vou lá estar. Os organizadores cometeram a loucura de me convidar para orador. Depois não se queixem.

 

Todas as informações aqui.

 

publicado por Rodrigo Saraiva às 15:14
link | comentar | favorito
Quinta-feira, 2 de Dezembro de 2010

Rodrigo entrevista Rodrigo

E já está online a entrevista que dei ao Rodrigo Capella para o seu blog.

 

Tirando os exageros de simpatia do meu homónimo na apresentação, o destaque vai para como as pessoas, marcas e instituições devem marcar presença no twitter, um tema que está no topo da agenda comunicacional do Brasil. Tanto assim é que no fim da entrevista foi colocada uma sondagem perguntando “Em um projeto de PR 2.0, o perfil do Twitter deve ter um número limitado de mensagens por dia? (Sem contar RTs e DMs).”.

 

 

publicado por Rodrigo Saraiva às 08:21
link | comentar | favorito
Quinta-feira, 18 de Novembro de 2010

Nem com um oceano pelo meio

O tema dos últimos dias, sobre quem são os melhores profissionais para actuar na social media, também está na agenda no Brasil. No blog do meu homónimo Capella, a última entrevista, a Daniel Bruin, foca também este tema.

 

O Director da BrainPartners afirma «O conteúdo das mídias sociais deve ser feito somente pelas agências de comunicação e de RP». E vale a pena ler outros pensamentos de Daniel Bruin, pois foca outros temas que, curiosamente, também têm a sua semelhança com o panorama luso.

 

Nota: e no final tem um interessante anúncio de quem é o próximo entrevistado.

 

 

publicado por Rodrigo Saraiva às 12:09
link | comentar | favorito
Terça-feira, 16 de Novembro de 2010

notas da gerência

As gentes do Norte terão que esperar um pouco mais pelo PR After Work. Dezembro ocupa as agendas com confraternizações natalícias, pelo que a previsão do PR After Work Norte aponta para Janeiro.

 

A possibilidade do PiaR ganhar mais músculo está em crescendo. A gerência anda em negociações.

 

 

publicado por Rodrigo Saraiva às 14:57
link | comentar | ver comentários (1) | favorito
Quarta-feira, 3 de Novembro de 2010

Word of Mouth - warning

O Alexandre anda por terras de oriente (mas é capaz de dar um ar da sua graça). Eu tirei férias de Lisboa oriente. O PiaR está ao serviço dos convidados. Queiram eles ocupar o poleiro. Fica a dica.

publicado por Rodrigo Saraiva às 22:28
link | comentar | favorito
Quinta-feira, 7 de Outubro de 2010

eles andem aí ...

 

Parece que a blogosfera da Comunicação não mais será a mesma a partir do dia 15 de Outubro.

 

Durante uns tempos eu e o Alexandre lá nos fomos aguentando com a concorrência dos buzzófias, no que diz respeito a blogs colectivos, mas parece que vem aí artilharia de meter Respeito.

 

Alexandre, será que temos de reforçar fileiras?

 

a foto acima é tirada daqui.

publicado por Rodrigo Saraiva às 12:38
link | comentar | favorito
Quinta-feira, 30 de Setembro de 2010

O Engagement nas Public Relations em debate no Cannes Lions Review 2010

 

Ainda na ressaca do anúncio das novas medidas de austeridade propostas pelo Governo, António Figueira, da Cunha Vaz & Associados, acredita que “todas as coisas más têm pelo menos uma coisa boa”.

 

António Figueira foi um dos cinco profissionais do sector da consultoria de comunicação com responsabilidades de chefia nas suas empresas que estiveram presentes esta Quinta-feira num dos painéis de debate do Cannes Lions Review 2010, que este ano tem como mote principal o Engagement no âmbito dos sectores da comunicação e da publicidade.

 

Aquele responsável da Cunha Vaz, num tom perfeitamente ajustado à conjuntura de profunda crise económica e financeira que Portugal atravessa, considera que será possível retirar-se algo de “construtivo” e de “inovador” do difícil momento que se vive. António Figueira acrescente que em momentos como este é essencial que os profissionais do sector sejam capazes de encontrar as oportunidades para mudar de paradigmas.

 

Centrando-se muito concretamente no sector das Public Relations, António Figueira toca num ponto muito importante, e que não sendo novidade para mercados mais maduros, é ainda um mundo a descobrir pelas empresas, organizações ou outras entidades nacionais. Os decisores destas, na opinião do consultor, deveriam começar a ser sensibilizados para as virtudes das Public Relations quando comparadas com a aposta excessiva em termos de budget na publicidade ou marketing.

 

António Figueira, e relembrando as melhores práticas internacionais em termos de Public Relations, não deixou de dizer que a aposta neste tipo de comunicação integrada será muito mais “rentável” e “interessante” para as empresas em Portugal do que optarem por estratégias de marketing e publicidade conservadoras e desajustas à complexidade das novas realidades sociais.

  

Seguindo este princípio, Salvador da Cunha foi mais longe ao desafiar os “clientes” a canalizarem pelo menos 5 por cento dos orçamentos totais destinados à publicidade e marketing com destino a campanhas de Public Relations. E, em tom premonitório, Salvador da Cunha disse que o dia em que os gestores e decisores estiverem sensíveis a esta mudança de paradigma “vão ver as maravilhas que se conseguem fazer”.

 

Esta evolução na prática das Public Relations em Portugal é hoje em dia aceite (pelo menos em termos de modelo) pela maioria dos profissionais da comunicação. Mas, subjacente a esta dinâmica existe a problemática do reconhecimento do próprio sector, assim com a sua falta de notoriedade.

 

Foi precisamente no âmbito da reputação da profissão que a Catarina Vasconcelos da LPM recorreu a um estudo da GFK feito em parceria com o Wall Street Journal e levado a cabo a nível internacional. O documento hierarquiza as várias profissões, colocando os consultores de comunicação em Portugal a meio da tabela.

 

Tudo isto remete para a questão central, e sublinhada pela consultora LPM, que tem a ver com “percepção que as pessoas têm em relação ao sector”. E neste caso em concreto, quando se fala de pessoas está-se a falar de gestores e decisores e na forma como estes vêem as consultoras de comunicação.

 

A partir daqui, a Catarina Vasconcelos chegou a duas questões: Qual a melhor forma de explicar o que é um consultor de comunicação? De que forma os consultores promovem o seu próprio sector?

 

Ambas ficaram sem resposta, mas foi dado um importante contributo para a reflexão sobre estas matérias.

 

Redireccionando o debate para casos concretos de Engagement, Maria João Lima da Marketeer e moderadora deste debate, apresentou Rui Camarinha da GCI, que trouxe à audiência o interessante projecto da Carris “Menos Um Carro”, como exemplo da concretização de uma estratégia plena de Public Relations na sua essência mais completa.

 

Trata-se do projecto bandeira da GCI e que Rui Camarinha enquadrou no novo paradigma do Public Engagement assumido como vector essencial da actividade daquela consultora.

 

Partindo do princípio que tudo está em “mudança” e que existe uma “crise de confiança”, Rui Camarinha falou em sete princípios que orientam o novo modelo de comunicação integrada e que deve envolver todos os stakeholders, porque todos “têm o mesmo peso”.

 

Ouvir opiniões e estudar; participar e interagir; desenvolver conteúdos de domínio universal; identificar e envolver os parceiros; assumir o papel de advogado do diabo para se perceber todos os pontos de vista; correr riscos; medir resultados de forma cirúrgica.  

 

Estes sete princípios sustentam o paradigma do Public Engagement, que de certa forma encontra paralelo na “solução integrada” proposta pelo Pedro Reis da Imago. Esta “solução integrada” apresentada pela consultora de comunicação não deve ser mais do que um reflexo da “visão integrada da realidade”, observou Pedro Reis.

 

Neste novo modelo de comunicação, o nível de exigência aumenta e é fundamental que se aposte na “especialização”, sobretudo através de parcerias.

 

Mas, para Pedro Reis, é imprescindível a concretização de uma estratégia digital e on line para que as Public Relations explorem todas as suas potencialidades. E aqui, aquele gestor considera que é preciso uma “linguagem própria” para a qual os clientes ainda não estão preparados, porque “são pouco sofisticados” na área da comunicação digital.

 

Seja como for, Pedro Reis considera que o futuro das Public Relations passa pela social media, enquanto resultado da mesma, mas igualmente como sua fomentadora através do fornecimento de conteúdos. Uma área que está ainda por explorar por parte das consultoras de comunicação em Portugal.

  

publicado por Alexandre Guerra às 20:52
link | comentar | favorito

Public Relations no Cannes Review 2010

O Cannes Review 2010 já começou. Hoje pelas 15h15, como já aqui referido, terá lugar o painel Public Relations.

O programa final de participantes e moderador ficou então assim: (informação daqui)

 

  • António Figueira (Cunha Vaz)
  • Salvador Cunha (Lift)
  • Catarina Vasconcelos (LPM)
  • Rui Camarinha (GCI)
  • Pedro Reis (Imago)
  • Moderador: Maria João Lima (Marketeer)

 

O PiaR estará presente. Talvez a twittar.

publicado por Rodrigo Saraiva às 12:23
link | comentar | favorito
Quinta-feira, 16 de Setembro de 2010

PiaR no Briefing

Depois de na edição de Agosto o Briefing ter tido a simpatia de nos colocar no “Quadro de Honra”, pelo nosso aniversário, o PiaR volta a marcar presença na edição de Setembro.

 

Logo na página 4 o Alexandre Guerra assina um artigo de opinião, intitulado “Sobre o verdadeiro iluminado”, onde disserta sobre o sector da Comunicação. Deixo aqui um aperitivo:

 

“O verdadeiro ‘iluminado’ será aquele que tenha coragem de dizer ‘não’ a um cliente, porque simplesmente este não se enquadra no perfil da agência; será aquele que não cederá aos caprichos (e muitas vezes falta de educação) dos clientes e apoiará os seus consultores em momentos de choque”

publicado por Rodrigo Saraiva às 09:09
link | comentar | favorito
Sexta-feira, 6 de Agosto de 2010

Pensamentos de uma noite de Verão IV *

* o post podia intitular-se "Leituras de uma noite de Verão"

 

 

Com os termómetros a registarem dias mais quentes, este refresco do Telmo chega em boa hora.

 

Uma pertinente observação da Joana Machado em sequência da entrevista de Vera Nobre da Costa e Pedro Pina ao Diário Económico.

 

Bem lembrado no Código Fonte. A Rádio é, sem dúvida, o meio que mais me fascina. Ainda ontem falava com um amigo que é realizador de televisão sobre isto. Várias das actuais “caras” da televisão nacional, que começaram a trabalhar em rádio, quando lhes perguntam qual o meio que mais os apaixonou é muito frequente que a resposta seja “a Rádio”!

 

O Bruno continua o excelente trabalho no Dissonância Cognitiva. Aqui e aqui.

 

O calor do Verão tem feito o Renato escrever (ainda sai outro livro), Criatividade e Inovação foram, para já, os temas escolhidos.

 

Este “desabafo” da Filipa Trigo sobre o endorsement conclui aquilo que é o objectivo central da Comunicação: Criar Relações!

 

Nota final: o PiaR não tem uma política escrita de gestão de comentários, mas que fique bem claro que não temos, por principio, qualquer problema em aprovar comentários a criticarem-nos, mesmo que em termos algo ofensivos. A única coisa que pedimos é que assinem, que deixem claro quem são. Temos uma firewall para cobardes.

publicado por Rodrigo Saraiva às 01:50
link | comentar | favorito
Domingo, 1 de Agosto de 2010

Pensamentos de uma noite de Verão II

ironias de um consultor: é preciso estar de férias para conseguir ver, calmamente, um jornal ou revista de ponta a ponta.

 

O Telmo Carrapa quando falava em PREC imaginaria um “verão quente”?!

 

Gostei desta analogia da Nádia Novais. E acrescento: quantas vezes não temos que fazer omeletas sem ovos? E quando o conseguimos é mais que justo o «elogio pela mestria na sua arte».

Mas prefiro ver a nossa profissão mais como Agricultores. Lavrar o terreno, plantar, regar, colher … criar relacionamentos.

 

O PiaR nunca se limitou a ser um poleiro onde os seus autores lançam opiniões e pensamentos. Sempre colocámos o blog ao serviço do sector e seus profissionais, exemplo disso a dinamização dos After Work. Há outra ideia que tem ocorrido e que vai ao encontro de alguns posts já colocados. Fica aqui a disponibilidade do PiaR para quem quiser comunicar ofertas de emprego, oportunidades e desafios profissionais. Sempre que não nos escaparem boas oportunidades, não deixaremos de as linkar aqui. Desta feita uma oportunidade com um perfil exigente que vinha hoje (ontem) no Expresso: Responsável pela Formação, Comunicação e Cultura.

publicado por Rodrigo Saraiva às 01:59
link | comentar | favorito
Quinta-feira, 15 de Julho de 2010

a PiaR desde 2008, obrigado!

O PiaR festejou o segundo aniversário e foram várias as mensagens de felicitação. Em comentários aqui, no facebook e twitter e posts em poleiros vizinhos, a todos agradecemos a simpatia.

 

Na blogosfera da comunicação destacam-se a referência do Rui Calafate, o agradecimento do Telmo Carrapa e a musical homenagem do António Marques Mendes.

 

Destaco os posts, pois entendo que uma das regras elementares da presença da blogosfera é a linkagem - as referências, os agradecimentos, os comentários. No PiaR seguimos esta regra desde inicio. Não gosto da comunicação de sentido único (só deve ser usada em poucas situações), esta flui melhor e atinge melhores resultados quando tem dois sentidos. É fazer engagement!

publicado por Rodrigo Saraiva às 10:10
link | comentar | ver comentários (1) | favorito
Terça-feira, 13 de Julho de 2010

a PiaR desde 2008

o PiaR festejou ontem o seu 2º aniversário.

A 12 de Julho de 2008, um sábado, foram colocados os dois primeiros posts, um do Alexandre e outro meu. Estavam abertas as portas deste poleiro.

 

Quando lançámos o PiaR os objectivos estavam longe da realidade em que o blog se tornou para os dois.

 

Hoje, 750 posts depois (751 com este), 394 comentários, mais de 65000 visitas e 90000 page views (dados sitemeter), muitos posts dos dois, diversos guest posts no Word-of-mouth (o nosso agradecimento aos que aceitaram o desafio), uma emissão especial de acompanhamento (posts e no twitter) a um evento, uma emissão vídeo em directo e lançados os PR After Works, acho que podemos afirmar que estamos muito satisfeitos e vão continuar a ter que aturar esta dupla.

 

tags:
publicado por Rodrigo Saraiva às 11:22
link | comentar | ver comentários (4) | favorito
Terça-feira, 1 de Junho de 2010

Sapo tem como objectivo para 2010 potenciar parceria com Facebook

Quando se fala de Era Social e de comunicação digital em Portugal, o Sapo surge como um caso incontornável. Um caso de sucesso, diga-se, que nasceu na Universidade de Aveiro com meia dúzia de empreendedores e hoje emprega sensivelmente 250 pessoas.

 

Celso Martinho, fundador do Sapo e administrador da PT Inovação, não podia deixar de estar presente no Verge 2010, para falar um pouco sobre o Portal Sapo e, mais concretamente, do Multiplataform, que congrega diferentes realidades daquele universo, mas todas elas compatíveis e facilmente adaptáveis à divulgação do mesmo conteúdo.

 

Ou seja, todos os serviços Sapo estão assentes numa estrutura tecnológica que permite reutilizar com relativa facilidade os conteúdos em diferentes canais.

 

Durante a sua apresentação, Celso Martinho revelou duas notícias interessantes. A primeira tem a ver com o facto do Sapo ter objectivos ambiciosos bem definidos para este ano, no que diz respeito ao desenvolvimento de alguns projectos que serão aplicados sobre a plataforma do Facebook.

 

O Sapo não vê esta rede social como uma concorrente, pelo contrário. São muitas as oportunidades que o Sapo tem aproveitado e que está empenhado em potenciar, através de um conjunto de utilidades do Facebook assentes numa base de dados gigantesca.

 

Como diz Celso Martinho, “o Facebook é especialmente poderoso” e cabe a uma empresa como o Sapo saber retirar mais-valias de uma parceria com aquela rede.

 

A segunda notícia prende-se com o lançamento para breve do Sapo Astral.

 

publicado por Alexandre Guerra às 17:45
link | comentar | favorito

autores

Contacto

piar@sapo.pt

tags

todas as tags

links

arquivos

pesquisar

subscrever feeds