Sexta-feira, 16 de Setembro de 2011

inFusões (será desta?)

Já por diversas vezes neste poleiro se falou de possíveis fusões entre empresas do sector. Recentemente, no dia 8 de Agosto, perguntava-se se ainda em 2011 voltaríamos a falar deste assunto …

 

Quer-me parecer que sim.

 

publicado por Rodrigo Saraiva às 02:15
link | comentar | favorito
Terça-feira, 6 de Setembro de 2011

muito gosta ele de Portugal

 

O PiaR tem vindo a acompanhar o percurso de Clarence Mitchell nas Public Relations. Sendo assim não podíamos deixar de dar nota da sua transferência da LEWIS PR para a Burson-Marsteller.

 

Desta maneira, mesmo que de forma afiliada, continua com um pé em Portugal.

publicado por Rodrigo Saraiva às 10:11
link | comentar | favorito

ranking global

No ano passado só em Novembro demos nota do ranking mundial 2010 das PR Agency, elaborado pelo The Holmes Report.

 

Tendo em conta os resultados de 2009 a liderança cabia à Weber Shandwick, consultora pertença do grupo Interpublic e presente em Portugal através de parceria com a D&E. Desta feita, seguindo análise a informações de 2010, o topo da tabela cabe à independente Edelman, presente em Portugal através de acordo de afiliação com a GCI.

 

 ver tabela das 250

 

No Top10 esta é a grande novidade, sendo de destacar que todas apresentam crescimento nos resultados. Destas 10, acreditando em informação presente em sites e transmitida em tempos em notícias, todas acabam por ter um dedinho em Portugal. Mas presença directa (com escritório próprio) só duas, a Hill & Knowlton, que sobe um lugar, segundo a notícia devido à fusão com a Public Strategies, e a Ogilvy PR.

 

No ano passado eram referidas 3 consultoras nacionais, mas neste ranking só duas se mantêm. O Grupo Lift, que desce 15 lugares (de 124º para 139º), pese embora (se os olhos não me enganam) apresente o maior aumento percentual de resultados financeiros de toda a tabela, e a C&C com descida de resultados e também de lugares (de 174º para 244º). A ipsis não surge nesta edição.

 

De consultoras com presença directa em Portugal (mais uma vez se os olhos não falham) encontramos ainda a Porter Novelli (15º), Lewis PR (38º), Inforpress (80º) e Tinkle (117º).

A KREAB Gavin Anderson surge em 21º, mas nunca sei se considero a sua presença em Portugal como directa ou indirecta.

 

Para quem acompanha o sector em Portugal, há ainda a nota curiosa da presença da Llorente & Cuenca em 51º, sendo a primeira espanhola.

 

A falta de presença de mais informação de empresas nacionais deve prender-se com duas principais razões. Por um lado não somos um mercado suficientemente atractivo para que o The Holmes Report tente ter mais informação, por outro nem as muitas empresas nacionais, nomeadamente as maiores, nem qualquer associação se mexem para que isso seja uma realidade. Pode não parecer, mas custa-me mais a primeira, pois a relevância não se adquire apenas pela dimensão.

 

E nós por cá? Como ficou o ranking referente a 2010?

 

publicado por Rodrigo Saraiva às 09:33
link | comentar | favorito
Terça-feira, 30 de Agosto de 2011

em on

 

Custa-me ver / ler generalizações, que é o que o Expresso fez na boca do “em off” da sua última edição do caderno de economia.

 

Mas o que mais me custa é ter noção de que o descrito tem fortes probabilidades de ter sucedido.

 

Estou certo que há quem agradeça o aviso à navegação feito pelo(s) editor(es) do “em off”, mas aproveito para deixar também um aviso à navegação: no referido sector das agências de comunicação, mesmo sendo grande parte do nosso trabalho, já lá vai o tempo em que estas se cingiam a media relations.

 

Já sobre cogumelos, neste sector, tal como na imprensa, o tempo resolve. Apenas a qualidade sobreviverá. É algo em que acredito.

 

 

publicado por Rodrigo Saraiva às 01:38
link | comentar | ver comentários (2) | favorito
Quinta-feira, 11 de Agosto de 2011

pois é ...

No outro dia numa reunião de new business o potencial cliente lança a pergunta: "porque razão é que propostas algo semelhantes em serviços apresentam valores tão diferentes? Umas de 1000 e outras de 5000."

 

A resposta não foi tão curta como esta, mas o sentido foi o mesmo.

 

Alguém que esteja num sector e não contribua para a sua valorização, não está, vai estando. Até um dia. Infelizmente vão deixando alguns efeitos colaterais.

 

publicado por Rodrigo Saraiva às 20:53
link | comentar | favorito
Segunda-feira, 8 de Agosto de 2011

inFusões

Não é de agora que quando existe uma reflexão sobre o sector nacional de Public Relations se aponta na inevitabilidade de fusão entre empresas. Seja qual for o modelo de “casamento”. E isto não é tema exclusivo do nosso sector.

 

Nos últimos anos assistimos às negociações entre Lift e Imago e aos casamentos Lift – Frontpage e NextPower – Fonte, não esquecendo outros boatos e namoros não tornados públicos.

 

Com a crise, que a todos toca, a sentir-se cada vez mais, puxando pelas oportunidades, será que este ano ainda vamos voltar a este tema? Parece-me que sim.

 

publicado por Rodrigo Saraiva às 13:02
link | comentar | favorito
Sexta-feira, 5 de Agosto de 2011

Relações Públicas - Reflexões de Agosto *

De que vale andar a promover e valorizar a actividade de Public Relations se depois há players (aqui mesmo na perspectiva de jogadores) que desvalorizam a moeda?

 

* título roubado ao Renato.

 

 

publicado por Rodrigo Saraiva às 17:23
link | comentar | favorito
Quarta-feira, 20 de Julho de 2011

divórcio

Em finais de Janeiro de 2010 foi anunciado o “casamento” entre a torke e a youngnetwork. Desejei, então, sucessos. Nessa altura foi público que a empresa de João Duarte tinha ganho uma corrida em que existiam vários interessados. Uma vitória! A torke era (e ainda é) “sexy”. O seu rápido crescimento e afirmação, aliados à ambição demonstrada pelo André Rabanéa fizeram com que vários empresários “namorassem” a agência de guerrilha.

 

Na altura, para quem acompanha, mesmo que ao de leve o sector da comunicação, parecia uma junção interessante entre duas estruturas empresariais que demonstravam vontade de crescimento e capacidade empreendedora. Algo que ambas continuaram a demonstrar (pelo menos a anunciar), embora não juntas.

 

Por isso, a certa altura, começou a ser algo notório que seria mais um casamento a aumentar as estatísticas dos divórcios. E hoje a Meios dá essa notícia.

 

Numa altura em que começava a ganhar consistência a ideia de que o mercado das public relations iria observar, por consequência dos tempos difíceis, alguns “casamentos”, esta notícia aponta no sentido contrário. Até porque no universo Billy The Group existe uma PR Agency e o Rabanéa não deve querer ficar quieto.

 

No outro dia dizia a uma pessoa que “a comunicação é um organismo vivo”. E os seus profissionais e empresários demonstram-no diariamente.

 

Sobre o divórcio, quem sabe se não teremos mais informações, não necessariamente nos próximos dias, lá no Fundo ou no poleiro do André.

publicado por Rodrigo Saraiva às 11:14
link | comentar | favorito
Quinta-feira, 14 de Julho de 2011

lobby é positivo

Boas e correctas mensagens sobre lobby nesta notícia.

 

 

roubado daqui.

publicado por Rodrigo Saraiva às 14:45
link | comentar | ver comentários (1) | favorito
Sexta-feira, 17 de Junho de 2011

de troika em troika

Portugal pediu ajuda e veio a troika.

A troika obrigou a privatizações.

Privatizações precisam de comunicação.

Venha de lá uma troika.

 

Uma movimentação muito interessante, a vários níveis, no sector.

 

publicado por Rodrigo Saraiva às 10:24
link | comentar | favorito
Terça-feira, 14 de Junho de 2011

Prémios Meios & Publicidade '11

Na última edição impressa da Meios & Publicidade são apresentados os nomeados aos Prémios anuais desta publicação, pelo que deixo algumas notas que me ocorreram.

 

Nesta edição dos Prémios existe um novo modelo de votação, possível sinal que a M&P esteve atenta às criticas do passado.

 

Os Prémios M&P tem um pormenor que gosto, e acho que já o escrevi aqui no PiaR. Para todos os nomeados apresentam as razões, os argumentos. Em outros prémios, até de outros sectores, ficamos sempre sem saber os porquês. Aqui, concorde-se ou não, sabemos.

 

Ao nível da categoria “Agências de Comunicação” (já se mudava o nome da categoria), pode-se dizer que não há grandes surpresas. Mas devia. Fico com duas dúvidas. A primeira o porquê da ausência da BAN. Daquilo que é conhecido, em termos de new business tiveram uma melhor prestação que alguns dos nomeados. Mas isto pode ser a minha memória a levar-me em erro. A segunda dúvida é a diferença entre estes prémios e outros, os Reputação da APECOM, que a M&P foi media partner. Visto que para a M&P a Consultora que venceu a categoria “Consultora de Comunicação do Ano, a M Public Relations, não apresenta argumentos para ser nomeada. Bem sei que há uma diferença temporal na análise de ambos os prémios, mas não me parece razão suficiente.

 

De realçar que depois de terem deixado cair, na edição anterior, a categoria “Nova Agência de Comunicação”, nesta edição mais uma categoria fica na gaveta: “Personalidade de Comunicação”.

 

Agora, aguardemos pelo fim da votação e pela Gala.

 

publicado por Rodrigo Saraiva às 15:15
link | comentar | ver comentários (1) | favorito
Quarta-feira, 18 de Maio de 2011

a resposta

Renato,

 

parece que a Susana responde aqui à tua provocaçãozinha ao Luís.

 

 

 

publicado por Rodrigo Saraiva às 11:23
link | comentar | favorito
Quarta-feira, 27 de Abril de 2011

internacionalização, BRIC them!

A dupla Jorge Azevedo e Renato Póvoas continua a fazer crescer a sua Guess What. Novos clientes, aumento de equipa, integração em network internacional e duas apostas em mercados exteriores. Depois de meterem o pé na América do Sul, através do Brasil, eis uma nova aposta e outra vez um BRIC.

 

A Índia é uma potência, não haja dúvidas. Sobre o sector das Public Relations e o que a Guess What encontrará já a PR Week nos tinha brindado com um Global Focus.

 

Força e sucesso!

 

Só espero que esta aposta não traga novas tendências gastronómicas ao Jorge e Renato. Cá por mim mantemos o sushi como opção dos debates.

 

publicado por Rodrigo Saraiva às 18:09
link | comentar | favorito
Terça-feira, 26 de Abril de 2011

em função de ferreiro ...

O IKEA era um cliente por muitos desejado e por alguns disputado. Fica-se hoje a saber que a Inforpress foi a vencedora, substituindo a PURE.

 

Da parte das Consultoras tudo normal. Já do IKEA ... é rever esta notícia e depois ler a de hoje.

 

publicado por Rodrigo Saraiva às 14:20
link | comentar | favorito
Terça-feira, 19 de Abril de 2011

do PiaR para o mundo

Tudo começo aqui no PiaR com este post. Na H&K tiveram olho e lançaram o desafio.

Agora novo desafio no percurso profissional da Cátia. Break a leg.

Curiosamente, no post inicial, o primeiro comentário foi do Andre Rabanea.

 

publicado por Rodrigo Saraiva às 10:06
link | comentar | ver comentários (3) | favorito
Segunda-feira, 7 de Fevereiro de 2011

... ora dá mais um, que só dois é um pouco ...

Não tenho tido tempo para grandes posts, nomeadamente sobre algumas coisas que se passaram neste sector nos últimpos tempos, como é o caso dos Prémios Reputação. Como o tempo continua a ser curto e outros há que vão fazendo interessantes análises, deixo o link para o post do Jorge Azevedo sobre os Prémios Reputação.

 

publicado por Rodrigo Saraiva às 12:42
link | comentar | favorito
Segunda-feira, 17 de Janeiro de 2011

web trends: marcar na agenda

A apresentação do livro Web Trends - 10 cases made in web 2.0, uma iniciativa da comunicarte, em Lisboa está marcada para dia 3 de Fevereiro, às 18h30, no El Corte Inglés.

 

Tive a honra e o prazer de ser um dos convidados a participar, pelo que deixo os meus agradecimentos à Ana Sofia Gomes, bem como os merecidos desejos de sucesso.

 

publicado por Rodrigo Saraiva às 15:30
link | comentar | favorito
Sexta-feira, 14 de Janeiro de 2011

Lá vamos nós mais uma vez

O Salvador decidiu, num post, falar do tal Spin Doutor que pulula no twitter e responder ao Rui Calafate. E pelo meio falou de mim num misto de elogio, que até tenho piada e sou refinado, com alguma desconsideração, sou intriguista e escrevo a soldo. Não é a primeira vez, pelo que começo a ficar moído. A parte da coscuvilhice, obviamente, incluo-a nos elogios. É a tal costela costureira.

 

Cada vez que o Salvador me acusa de escrever a soldo, assim tipo mercenário, fico sem perceber se em tempos quis contratar o Rodrigo profissional de comunicação ou o Rodrigo do PiaR? Eu cá sempre tive a confiança que transportaríamos para a vertente profissional a boa ligação conseguida nos repastos de sushi, um gosto comum a ambos. Outros foram mais eficazes. Tiveram mais vontade. Deve ser por isso que lideram o sector.

 

Mas no post do Salvador houve algo que gostei. Ver o Salvador a referir-se, a citar, a Susana Monteiro. Só tenho pena que o faça por causa de um anónimo e não o tenha feito quando a Susana foi alvo de um ataque cobarde e mentiroso por parte de outro profissional, também associado da APECOM e seu dirigente. Talvez o assunto tenha sido tratado dentro de portas da associação (normalmente a fuga quando não se quer falar de certos assuntos), dirá o Salvador. Estar eu a falar disto é ser intriguista? Eu cá acho que é ser justo.

publicado por Rodrigo Saraiva às 09:19
link | comentar | favorito
Quinta-feira, 6 de Janeiro de 2011

separadas(os) à nascença

publicado por Rodrigo Saraiva às 15:17
link | comentar | ver comentários (4) | favorito
Quinta-feira, 16 de Dezembro de 2010

that's the spirit e vem aí movimento

No seguimento do post do Rui Calafate, onde nomeia as Personalidades 2010 do mundo da Comunicação, eis a celebração da equipa da Desafio Global. (daqui)

 

 

 

Aguarda-se a celebração dos meus vizinhos da LPM.

 

O próprio Luís Paixão Martins já comentou o post, deixando as costelas costureiras do sector em formigueiro e os radares dos media do trade alertas.

 

 

publicado por Rodrigo Saraiva às 16:34
link | comentar | favorito

autores

Contacto

piar@sapo.pt

tags

todas as tags

links

arquivos

pesquisar

subscrever feeds