Segunda-feira, 11 de Agosto de 2008

A comunicação ao serviço da política

                                                                                

As suas intervenções têm sido feitas quase sempre em inglês, num discurso articulado, visando claramente uma outra opinião pública que não a georgiana. Quando fala, o Presidente Mikhail Saakashvili tem tido como principal "target" a comunidade internacional, nomeadamente os seus aliados da NATO e da União Europeia.

 

As comunicações que Saakashvili tem proferido revelam um trabalho cuidado da parte dos seus "speechwriters", enquadradando-se numa estratégia política definida pelo regime de Tbilisi, de forma a conseguir o "engagement" dos Estados Unidos e da União Europeia nos esforços da Geórgia para integrar o sistema da alianças do Ocidente.

 

Desde o início do conflito até ao pedido de cessar-fogo passaram apenas três dias, nos quais o Presidente Saakashvili parece ter tido o cenário bem montado em termos de comunicação, não faltando sequer, numa das declarações que fez pela televisão, uma bandeira da União Europeia sobre o seu ombro esquerdo.

 

A imagem é forte e "compromete" de forma inequívoca os líderes europeus em todo o processo. Numa autêntica manobra de "public relations", Saakashvili conseguiu em poucos dias colocar Washington e a UE ao seu lado na luta contra a Rússia.

publicado por Alexandre Guerra às 14:33
link do post | favorito
Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

autores

Contacto

piar@sapo.pt

tags

todas as tags

links

arquivos

pesquisar

subscrever feeds