Sexta-feira, 15 de Janeiro de 2010

O quarto poder em terras vizinhas

Uma curiosa agenda editorial a dar problemas.

tags: , ,
publicado por Rodrigo Saraiva às 18:30
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 29 de Setembro de 2009

A notícia do dia

Nuno Vasconcellos, Ongoing, Media Capital, Impresa, Prisa ...

aqui e aqui.

 

Agora resta aguardar pela confirmação do negócio e inerentes mudanças e novidades.

publicado por Rodrigo Saraiva às 10:08
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 16 de Julho de 2009

Um Público que se quer bem!

Nos últimos meses tem vindo a ser tema recorrente as dificuldades vividas nos media tradicionais, nomeadamente ao nível da imprensa escrita.

Desde jornais e revistas que fecham a outros que dispensam jornalistas, são várias as notícias preocupantes.

A notícia mais recente foca o Público. Um jornal que, embora pertença de um grupo económico bem sustentado, vive, como tantos outros, dificuldades perante a queda das receitas.

A Liberdade de Expressão, bem como a de Imprensa são valores fundamentais num Estado que se quer plural. E para que isso seja uma realidade é fundamental que o sector dos media esteja estável.

E há outros sectores que para estarem, igualmente, estáveis e dinâmicos desejam que os media estejam bem.

Ora fica aqui um exemplo de quem sabe que com os vários sectores da comunicação bem energéticos, todos ajudam a "puxar para cima" o país!

publicado por Rodrigo Saraiva às 19:04
link do post | comentar | favorito

Epa!!!!!

Britain's Newspaper Licensing Agency to Charge PR Companies for Sharing, Reproducing URLs

publicado por Rodrigo Saraiva às 10:20
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 9 de Julho de 2009

Assim é que eu gosto!

aqui uma vez assumi a minha costela de costureira! E esta costela faz com que sinta falta de um ritual, agora reduzido a metade.

Falo da praxe da leitura matutina das edições online da Meios & Publicidade e da Briefing e à sexta-feira das respectivas edições em papel.

Desde que a Briefing quebrou que nos cingimos à M&P. E como em qualquer sector ou mercado, a concorrência é sempre de salutar e estimular!

O que significa que, mantendo-se a Briefing na penumbra, existe uma oportunidade de mercado.

Como eu não sou visionário (ou, pelo menos, o único), posso já lançar que a M&P vai ter concorrência que surgirá no último trimestre do ano.

Será um projecto editorial multimédia centrado na publicidade, comunicação e media e liderado por um “velho senhor” do Marketing português, num regresso ao activo.

Fiquemos então à espera! O sector da Comunicação, os profissionais e os curiosos – e a minha costela – agradecem!

Vai ser bom para todos! Para os que lêem e para os que escrevem.
 

publicado por Rodrigo Saraiva às 11:32
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 7 de Julho de 2009

Por uma questão profilática (!?)

Criada cooperativa para gerir clipping

 

 

publicado por Rodrigo Saraiva às 09:58
link do post | comentar | favorito
Domingo, 5 de Julho de 2009

A promoção mundial que não escapou ao olho clínico do 31

A demissão de Manuel Pinho, o episódio que lhe deu origem e o impacto nos media mundiais, também mexem com o mundo da comunicação.

 

Algo que não escapou, por exemplo, ao olho clínico e critico do 31 da Armada, através da Sofia Bragança Buchholz!


Aqui e aqui!
 

publicado por Rodrigo Saraiva às 21:29
link do post | comentar | favorito
Sábado, 27 de Junho de 2009

New Age - Digital Age

Não sou daqueles que acredita e defende que os media tradicionais, e muito em especial jornais e revistas, irão acabar daqui a uns anos!

 

Mas acredito e defendo que estes devem estar bem atentos e adaptar-se às novas realidades, às novas plataformas e à vertiginosa velocidade da comunicação dos dias de hoje.

 

Estamos numa nova era, a era digital!

 

E o triste acontecimento da morte de Michael Jackson foi um grande exemplo disto mesmo.

 

O mundo inteiro soube da notícia pelo site TMZ, mas não foi a primeira vez que este site "chegou primeiro" que os principais órgãos de comunicação a certos acontecimentos.

 

publicado por Rodrigo Saraiva às 14:58
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 25 de Junho de 2009

Não, não somos únicos!

Eu e o Alexandre gostamos muito deste nosso poleiro. E temos particular orgulho no nome! Modéstia à parte foi feliz a escolha!

Em temos já tínhamos feito uma pesquisa relativa ao termo "piar" e para além de um site holandês de fotografia, com a curiosidade de escreverem PiaR como nós, e de um General Venezuelano com este apelido, nada mais de pertinente registo foi encontrado.
E quer as fotografias como o militar não estão relacionados com as Public Relations.

Mas agora tudo mudou! Há outro PiaR no mundo das Public Relations!
Directamente da Polónia eis o media local, o Piar. Afiliado da PR Week.
E como é um OCS de PR já está ali na barra da direita ---»

Não sei o que quer dizer "piar" em polaco, mas apetece-me ser criança e chamar-lhes "macaquinhos..." :-)

nota: se alguém souber ler Polaco agradecemos toda a ajuda possível!
 

publicado por Rodrigo Saraiva às 03:02
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
Sexta-feira, 19 de Junho de 2009

Jornais Regionais não devem ser descurados

Por mais que muitos venham defendendo que os media tradicionais, principalmente jornais e revistas, definhem a caminho de uma morte previsível, é certo que se vão aguentando e continuam a ser uma fonte privilegiada de informação para grande parte da população.

 

E dentro destes há alguns que costumam ser erradamente descurados, os de âmbito regional.

 

Vem agora o estudo Bareme Imprensa Regional, da Marktest, demonstrar que os jornais regionais têm uma taxa de penetração ainda muito forte, cerca de metade da população – 49,7%.

 

Nada que surpreenda, até porque mesmo em alguns dos novos media, nomeadamente na blogosfera, os blogs de âmbito regional e/ ou local, costumam ter bastante sucesso, atingindo audiências elevadas.

 

Uma ultima nota, mais pessoal, de congratulação pelo facto de ser o Distrito de Castelo Branco a ter o valor mais elevado de leitura de jornais regionais – 71,3% – sendo que não tenho qualquer receio de em afirmar que para este valor muito se deve o Jornal do Fundão. Para quem ainda se questione do porquê da Controlinveste ter adquirido este jornal, fica mais uma resposta!
 

publicado por Rodrigo Saraiva às 16:06
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 12 de Junho de 2009

A velocidade da comunicação II

Em sequência do post anterior, mais opiniões (post e comentários) no Expressão de Ideias, blog da Edelman Brasil.

publicado por Rodrigo Saraiva às 17:05
link do post | comentar | favorito

A velocidade da comunicação

Na actualidade um dos principais inimigos dos media tradicionais é a velocidade que a própria comunicação tem. Algo que não é fácil de combater e que só a capacidade de adaptação destes os poderá ajudar, mantendo vivos os media tradicionais, principalmente os jornais.

 

Mas de vez em quando a capacidade de adaptação fica “na gaveta”, criando constrangimentos.

 

Imagine-se que uma empresa criava um blog onde publicava as perguntas recebidas de jornalistas e as respectivas respostas? E que essa publicação era no momento exactamente a seguir ao envio das respostas? Seria uma situação fácil ou difícil de gerir?

 

A Petrobras resolveu fazê-lo. Recebeu elogios e criticas. E no final deu um pequeno passo atrás. Mantém a publicação, mas fá-lo apenas pelas 0h.

 

Mais detalhes em Horizonte RP.
 

publicado por Rodrigo Saraiva às 16:04
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Segunda-feira, 2 de Fevereiro de 2009

Para mim é simples: (actualizado)

Só falo com quem quero!

 

Mas quando alguém quer muito falar, sujeita-se! Até pode conseguir condicionar quem será o interlocutor, mas, mais uma vez, sujeita-se! No mínimo a que o assunto o persiga. Não o assunto anteriormente motivo da conversa, mas sim as suas vontades e pedidos.

 

Adenda:

- O João Duarte acrescentou / opinou aqui.

- O Salvador escolheu a imagem adequada ao assunto em causa.

 

tags: ,
publicado por Rodrigo Saraiva às 12:42
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 9 de Janeiro de 2009

É da maneira que vou mais cedo para a cama

Jornais da Controlinveste saem da revista de imprensa da SIC Notícias e RTPN.

tags:
publicado por Rodrigo Saraiva às 10:14
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
Domingo, 14 de Dezembro de 2008

Os erros de Cintra Torres

Lendo o artigo de Eduardo Cintra Torres na totalidade considero que o mesmo, no que diz respeito às "agências de comunicação", não é honesto. Não porque algumas das situações descritas não aconteçam, mas principalmente porque toma o todo por uma parte.

 

E isto apenas em análise genérica, pois existem mais erros.

 

Existem em Portugal dezenas de "agências de comunicação". É uma minoria que desenvolve projectos na área política, menos ainda com o governo (também é verdade que algumas bem que gostariam de o fazer).

 

No texto são descritas algumas acções como se fossem ilegais. As acções das "agências de comunicação" são diabolizadas. Lá está outra vez o dark side ... be afraid, be very afraid!

 

Mas a grande critica do autor acaba por ir para o jornalismo. Pegando nas palavras de Eduardo Cintra Torres, o jornalismo só é "abusado" se quiser. Ora, se o jornalista é "masoquista" qual é a culpa da "agência de comunicação"? De o mimar? De lhe dar informação? Get serious ...

 

publicado por Rodrigo Saraiva às 13:21
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Mordidelas nada silenciosas

Através deste link poderão ler na totalidade um artigo de opinião de Eduardo Cintra Torres.

 

Fica aqui um "cheirinho":

 

A ideia de que as pressões sobre jornalistas, ou meras sugestões, partem apenas da central de propaganda do Governo é incorrecta. Uma boa parte desse trabalho é entregue a “agências de comunicação”.

Essas “agências” são empresas que vendem um produto: propaganda dos seus clientes. Mas algumas não se limitam a encher os computadores dos jornalistas com informações já em forma de “notícias”, explicando o unicamente suposto lado bom da acção dos seus clientes. Fazem mais que isso. Organizam festas, inaugurações e lançamentos de Magalhães com o dinheiro dos clientes – ou dos contribuintes, caso o cliente seja o Estado. Telefonam a sugerir aos jornalistas que façam perguntas incómodas em directo a políticos que considerem adversários dos seus clientes. E fornecem às redacções e aos blogues “amigos” material e background favorável aos seus clientes e desfavorável aos outros.

publicado por Rodrigo Saraiva às 13:12
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 10 de Dezembro de 2008

Um público difícil

Através da Meios & Publicidade ficamos a saber do lançamento de uma nova revista, a Aula Magna, dedicada à temática do Ensino Superior e dirigida, em particular, ao target dos Estudantes desse mesmo nível de ensino.

 

 

Ao longo dos anos têm surgido diversos projectos editoriais dedicados a este target. Jornais, Revistas e Sites. A larga maioria deles terminou passado algum tempo, pelo que esta nova aposta deve ser entendida como arriscada. (sem piadas sobre o capital de risco).

 

Conheço bem este target, fui um deles e devido a funções de dirigente associativo, bem como de autarca, trabalhei com e para ele, bem como vi e ouvi muitos interessados em impactar os estudantes de ensino superior.

 

É um público muito desejado, mas um público muito difícil e muito diferente pela sua geografia.

Lisboa embora tenha a maior concentração de estudantes de ensino superior, está longe de os ter mobilizados e motivados. A tal tradição académica é vivida por uma minoria, estudantes já trabalhadores são muitos, os que procuram diversão e oferta cultural, para além das aulas, têm uma enorme oferta fora do universo escolar e muitos querem fazer rapidamente o curso e não pensar no que se passa por ali.

Nos outros pólos existentes no país, como Aveiro, Minho, Beira Interior e Algarve, vive-se mais a "universidade" e Coimbra é, por excelência, onde existe mais envolvimento e participação. Até mesmo no Porto, com muitos estudantes, a participação na vida e actividades "académicas" é mais forte que em Lisboa.

 

Para a Aula Magna boa sorte e sucesso.

tags:
publicado por Rodrigo Saraiva às 10:53
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 19 de Novembro de 2008

Dedo na ferida

"O perfil dos jornalistas e a claustrofobia reinante"

por Francisco Rui Cádima 

 

 

publicado por Rodrigo Saraiva às 14:32
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 5 de Novembro de 2008

Ai, que pode parecer mal!

Brincadeiras à parte, este post de AF no Buzzófias, dos vários que versam sobre as eleições presidenciais americanas, foca um tema bastante pertinente.

 

Ao contrário dos países ditos democrática, social e economicamente desenvolvidos, em Portugal existe a mania (só pode ser mania) que os Órgãos de Comunicação Social são e devem ser totalmente apolíticos, para além de imparciais e apartidários.

 

Os Meios até podem assumir esta "trilogia" de princípios orientadores, mas se o fazem não basta dize-lo, há que pratica-lo. E aí é que a situação complica.

 

Por isso subscrevo esta afirmação de AF, que os Meios «(...)podem ter posições definidas e claras. Não devem ser os leitores, ouvintes e espectadores a adivinhar e a presumir, pelas palavras enviesadas de quem os faz. Não basta parecer transparente, "às vezes" também é necessário sê-lo, porque influências todos têm!»

 

O post de AF termina recordando o caso de "A Capital", quando o seu Director de então assumiu um apoio, uma tendência. Podemos até não simpatizar com a pessoa em causa nem concordar com o apoio dado, mas a atitude deveria ter sido aplaudida. Por mim foi.

 

Já agora, até porque após rever os vários posts sobre as eleições americanas que coloquei aqui no PiaR, reparo que nunca o assumi, fica a nota que eu (o Alexandre fala por ele) apoiava McCain. Não se pode ganhar sempre.

 

publicado por Rodrigo Saraiva às 18:51
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 20 de Outubro de 2008

A noticia dos últimos dias

A noticia que a Ongoing reforçou a sua participação na Impresa para mais de 18% não pode passar em branco.

 

Depois da aquisição da Económica SGPS, Nuno Vasconcellos continua a afirmar a sua posição no mercado da comunicação social, a par de importantes participações em outras empresas, sempre ligadas a Comunicação (ou comunicações).

 

Será que um dia destes irá investir numa Consultora?

publicado por Rodrigo Saraiva às 10:37
link do post | comentar | favorito

autores

Contacto

piar@sapo.pt

tags

todas as tags

links

twitter wall @blog_PiaR

arquivos

pesquisar

subscrever feeds

Visitas ao poleiro