Segunda-feira, 7 de Março de 2011

reclamações nas redes sociais

A reportagem da RTP

 

 

O vídeo referido na reportagem

 

 

 

 

publicado por Rodrigo Saraiva às 11:59
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 23 de Novembro de 2010

Global Focus - Chegou a nossa vez!

 

Chegou a nossa vez. O último Global Focus da PR Week é dedicado a Portugal.

 

No espaço limitado que a PR Week dedica a estes Focus parece-me que dá uma interessante e real perspectiva do mercado e da situação do país.

 

Sendo certo que mais haveria para dizer e mais pessoas para ouvir, surgem com declarações o Nuno Mendão (GCI), Joana Machado (LPM), Ana Margarida Ximenes (Inforpress), Teresa Figueira (Hill & Knowlton) e (tcharan ... ) eu mesmo!

 

Ide ler!

 

 

publicado por Rodrigo Saraiva às 14:40
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 13 de Julho de 2010

o que é nacional é bom

 

A GCI (já assim era chamada mesmo com a anterior designação de Grupo GCI) anunciou um novo posicionamento, apresentando-se agora como uma consultora de Public Engagement.

 

É uma designação, uma área de actuação e objectivo, que gosto e em que acredito. Envolver / engajar os públicos, criar relações, é um dos principais objectivos da Comunicação em geral e das Public Relations em particular.

 

Como diz e bem o António Marques Mendes e o Rui Calafate reforça, este posicionamento é uma evolução. E uma evolução natural perante aquilo que o José Manuel Costa tem vindo a implementar e seguindo os exemplos da sua afiliação internacional, a Edelman.

 

No mundo actual, globalizado e “digitalizado”, estar atento ao que se passa a nível internacional é imperativo. Só assim podemos melhor evoluir. O benchmarking não deve ser apenas feito para os clientes. Mas não sou daqueles que acredita que a galinha da vizinha é sempre melhor. Pelo contrário, acredito e promovo que o nacional é bom, mesmo que tenha nas suas origens um exemplo internacional!

 

Recentemente fui orador numa conferência sobre “O Poder da Comunicação” e na apresentação que levei referi que agora era moda dar sempre exemplos com Barack Obama, pelo que não o faria e apresentaria exemplos nacionais. Exactamente porque acredito que o que é nacional é bom, como acima referi.

 

Admiro Barack Obama enquanto comunicador e a forma como a sua campanha soube aproveitar e potencializar as novas formas de relacionamento, as plataformas na internet, as redes sociais. Mas Barack Obama não inventou. Evoluiu, adaptou e incrementou. E mantém agora, e bem, essa filosofia e práticas enquanto Presidente. Também acompanho com bastante interesse o percurso de David Cameron, um ex public relations practitioner.

 

E, olhando ao que digo acima, se me pedirem um exemplo de Public Engagement, até poderei referir o Office of Public Engagement da Casa Branca, ou a recente iniciativa lançada por David Cameron. Mas não deixaria de falar de uma experiência já desenvolvida em Portugal, e que teve a sua génese no Brasil na década de 70, os Orçamentos Participativos, mesmo que desenvolvidos ainda por pouco mais de uma dezena de autarquias, entre Municípios e Freguesias.

 

Agora, alguns até se podem questionar do que é isto dos orçamentos participativos e onde decorre em Portugal? Mas aí o problema já é de Comunicação. É que uma estratégia de Public Engagement não pode passar sem a sua própria estratégia de comunicação, seja ela executada através de media relations, publicidade, public affairs, eventos ou outras.

 

E qualquer semelhança do Office of Public Engagement de Obama ou o Spending Challenge de Cameron com os orçamentos participativos, asseguro-vos, não é pura coincidência.

 

publicado por Rodrigo Saraiva às 15:43
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 26 de Junho de 2009

Obrigado JMC

Termina hoje o meu percurso no Grupo GCI.
A vida é feita de ciclos e este terminou.

 

Despedidas não são fáceis pelo que não gosto de me alongar nelas. Mas há algo que não posso deixar de fazer, que é deixar nota pública de agradecimento ao José Manuel Costa por estes quase dois anos no Grupo GCI.

 

Para além do normal percurso escolar e académico, ao longo da minha vida tenho tido a sorte de, a vários níveis, ter tido outras escolas onde muito aprendi. E o Grupo GCI foi certamente uma delas. Neste caso, no âmbito profissional.

 

Deixo no Grupo GCI muitos e bons amigos. E espero, foi o que tentei e sinto, ter deixado o melhor de mim durante os quase dois anos.

 

Tal só foi possível porque alguém apostou em mim. Obrigado JMC!
 

tags: ,
publicado por Rodrigo Saraiva às 09:03
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Segunda-feira, 22 de Junho de 2009

Notas do dia - 22 de Junho

Tendo em conta que estou de férias e o mais provável é passar o dia longe do computador, tal como fiz já em outras ocasiões, vou optar pela opção de num post (notas do dia) salientar os factos que penso serem do interesse dos visitantes do PiaR.

Mas também, caso se justifique, voltarei a posts específicos.

Para já, vamos lá às notas do dia de hoje - 22 de Junho.

No seguimento da visita de David Brain a Lisboa, no âmbito do 15º Aniversário do Grupo GCI, eis a entrevista no Jornal de Negócios. Um bom testemunho e visão daquilo que são as Public Relations hoje em dia. E no que diz respeito a comunicação política saliento esta afirmação: "As técnicas de campanha do Obama são quase um retorno à velha maneira de fazer política."

 

Para quem quiser acompanhar o que se vai passando no Festival de Cannes, nesta que é a primeira edição a contemplar secção de prémios para as Public Relations, pode seguir a aventura do João Duarte da Youngnetwork, bem como do convidado do "Do Fundo da Comunicação", Rui Oliveira Marques da Meios&Publicidade.

Para quem não leu, fica o link da entrevista dada por Luís Paixão Martins ao i onde vaticina que "O marketing vale pouco nas próximas eleições" e afirma que Manuela Ferreira Leite "tem todas as condições para ter um bom marketing - e tem-no tido" elogiando Agostinho Branquinho. Existem ainda outras questões de interesse, como a explicação do porquê de não ter acompanhado profissionalmente a campanha do PS nas Europeias.

O Renato Póvoas destaca a atitude empreendedora tanto necessária neste sector. Mais um contributo para demonstrar que os profissionais das Public Relations não podem ficar presos no tempo e devem assumir uma postura criativa e de abertura e adaptação a novas ferramentas e realidades.

Voltando ao inicio do post, o motivo pelo qual onde estive afastado do computador durante o dia deveu-se a um passeio familiar ao Jardim Zoológico de Lisboa. Mas sobre isto falarei em post próprio, depois de descarregar as fotografias da máquina! E porque razão vou falar da minha visita ao Zoo no PiaR?! Depois vêem... PR everywhere ...
 

publicado por Rodrigo Saraiva às 23:35
link do post | comentar | favorito
Sábado, 6 de Junho de 2009

As ideias de David Brain

"As 25 ideias de David Brain e o novo paradigma das PR", para quem quiser ler um resumo da conferência que David Brain deu em Lisboa.

publicado por Alexandre Guerra às 20:45
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 3 de Junho de 2009

Poder e influência da blogosfera

Numa boa acção de public relations da Delta Cafés, para o lançamento de RedQ, foi projectado o desafio “A mais Invejada”. O objectivo? Encontrar a mulher portuguesa mais invejada!

 

Em votação estiveram nomes como Catarina Furtado, Cláudia Vieira, Tânia Ribas de Oliveira e Simone de Oliveira. Mas no final das contas a vitória foi para Ana Garcia Martins "A Pipoca Mais Doce"!

E note-se que estes nomes foram nomeados pelos visitantes do site.

 

Para quem ainda tinha dúvidas do poder da social media e em particular da blogosfera fica aqui mais um exemplo.

 

"Só" mais uma nota: segundo dados do sitemeter, a Pipoca tem uma média de 5,660 visitantes diários! Ouch!

 

Em resumo: "roibos de inveja"

 

 

publicado por Rodrigo Saraiva às 12:29
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Sexta-feira, 29 de Maio de 2009

Debate promovido pela GCI revela os temas fracturantes da comunicação - o filme

Já aqui abordámos o primeiro evento do 15º aniversário do Grupo GCI - “A Era da Comunicação”. Deixamos agora o filme que resume o evento.

 

 

Para mais informações sobre todos os eventos dos 15 Anos do Grupo GCI, consultar o site.

tags:
publicado por Rodrigo Saraiva às 12:30
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito

A não perder - “O novo paradigma das PR”

Em mais um evento no âmbito das comemorações do 15º aniversário do Grupo GCI, David Brain estará em Portugal. 

publicado por Rodrigo Saraiva às 10:44
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 15 de Maio de 2009

O mundo virtual é a "realidade" de muitos nas sociedades pós-modernas

No âmbito do 15º Aniversário do Grupo GCI, será realizado na próxima Quarta-feira o debate “Social Engagement: Emoção & Tecnologia”. Este é o segundo encontro do ciclo “15 Anos: Rewind and Forward” e, à semelhança do que aconteceu no primeiro, contará com nomes muito interessantes.

 

O painel de oradores vai ser bastante diversificado, reflectindo uma perspectiva mais abrangente e imaginativa sobre a problemática da comunicação nas sociedades pós-modernas.

 

 

É por isso que no Café Concerto do São Jorge vão estar pessoas de áreas tão diferentes, como Diogo Vasconcelos, presidente da APDC e Distinguished Fellow da Cisco, Tiago Forjaz, Partner da Jason Associates e fundador do Star Tracker, Mafalda Moniz, Directora do Centro Social do Bairro 6 de Maio, Ana Cláudia Valente, Investigadora em Ciências Sociais, Hans-Erhard Reiter, Presidente Executivo da Ericsson Portugal, e Raul De Orofino, Actor, Autor, Encenador e Formador.

 

Se é verdade que, na essência, a velha fórmula do emissor/receptor com a mensagem pelo meio continua a ser válida, é igualmente certo que tanta coisa aconteceu desde os anos 90, os quais viram crescer a era digital e virtual para se assumir como um universo paralelo ao mundo real. Manuel Castells, na sua célebre obra a “Sociedade em Rede”, foi talvez um dos primeiros a pensar de forma integrada e científica sobre as implicações sociais desta revolução em curso.

 

Hoje, é uma evidência que os mundos real e digital se confundem, sendo por vezes difícil encontrar a fronteira que os separa. O real mantém-se igual a si próprio, por vezes, chato, monótono, solitário, fatalista…

 

Pelo contrário, o digital e o virtual não têm limites, é o palco onde tudo acontecer, e onde há, não apenas um, mas vários “admiráveis mundos novos” para descobrir e viver com novas sensações e emoções.

 

É para reflectir um pouco sobre esta temática que na próxima Quarta-feira, pelas 10h00 no Café Concerto do São Jorge, estarão reunidos seis oradores para um debate moderado por Carlos Liz da APEME, no qual o público poderá participar de forma descontraída e dinâmica.

   

publicado por Alexandre Guerra às 18:21
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 6 de Maio de 2009

Debate promovido pela GCI revela os temas fracturantes da comunicação

O Grupo GCI iniciou esta Quarta-feira as comemorações do seu 15º Aniversário, sob o tema “15 Anos: Rewind and Forward”, com o primeiro de quatro debates previstos para este mês e Junho, com o objectivo de analisarem e debaterem a comunicação em todas as suas vertentes. Este encontro, a que se deu o nome de “A Era da Comunicação” , serviu para percorrer os últimos 15 anos da comunicação em Portugal e para antecipar tendências e modelos para a próxima década e meia.

 

Na mesa de oradores no Café Concerto do São Jorge estiveram Edson Athayde (publicitário), Pedro Bidarra (vice-presidente BBDO), Pedro Casquinha (Chief Marketing Officer ANF), Rita Torres Baptista (Directora de Marketing de Comunicação BES), e Kika Samblás (Managing Director Grupo de Consultores).

 

Entre os presentes, Pedro Bidarra foi talvez o mais crítico e polémico nas suas intervenções, referindo que os meios ignoram a fragmentação da comunicação em Portugal. Para o vice-presidente da BBDO é incompreensível que os anunciantes continuem a canalizar os seus investimentos para os três canais generalistas, ignorando por completo a nova realidade dos públicos e dos meios por cabo. Ou seja, os anunciantes estão a tomar decisões com base em dados errados.

 

Não é de estranhar, por isso, as duras críticas que Pedro Bidarra fez à Marketest, por considerar que os seu estudos são “mal feitos”.Também Pedro Casquinha considerou que os modelos de segmentação existentes estão desajustados.

 

Embora partilhando algumas destas ideias, Rita Torres Baptista foi mais comedida na sua análise, admitindo haver alguns desajustamentos na medição de audiências. Mas, rejeitou por completo que os anunciantes estejam apenas focados nos três canais generalistas: “As agências de meios com quem o BES trabalha têm em conta todo o cenário audiovisual.”

 

Ainda quanto ao problema da fragmentação, na óptica dos meios, Rita Torres Baptista sublinhou que, por exemplo, o fenómeno do YouTube não veio substituir a televisão ou o jornal. “Todos os meios devem trabalhar em orquestra.”

 

Meios esses que na perspectiva de Edson Athayde servem sobretudo de suporte a uma “boa história”. No fundo, quando se fala de comunicação é disso que se trata: como contar uma boa história. Athayde diz que uma boa história pode começar e terminar onde se bem entender, no entanto, os formatos têm que estar integrados.

 

A história da Susan Boyle é uma das mais bem inventadas do ano, considera Athayde. Perante a boa história de Boyle, provocaram-se reacções e a partir daí propagou-se a mesma pelos vários meios, como o YouTube.

 

Mas, alerta para a tentação das marcas e das instituições usarem indevidamente as ferramentas da comunicação para inventarem o que supostamente são boas histórias. “O público está cada vez mais atento à desatenção", avisa Athayde.

 

A isto junta-se um outro problema suscitado por Pedro Casquinha: "Falta de paciência por parte das pessoas para descodificar mensagens muito complexas." Também nesta lógica, Kika Samblás refere que o consumidor exige cada vez mais responsabilidade por parte das marcas, ao mesmo tempo que pretende participar de uma forma mais envolvente com as mesmas.

 

E porque este debate era também sobre o futuro, Kika Samblás refere que em 2024 as marcas já não vão "mandar" nos consumidores, apenas vão poder influenciar os seus comportamentos. Kika Samblás disse ainda que dentro de 15 anos não vão haver agências, vão haver "criadores de ideias".

 

publicado por Alexandre Guerra às 21:51
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 4 de Maio de 2009

"rewind and forward"

 

O Grupo GCI comemora 15 anos de actividade. Estão de parabéns todos os profissionais que lá trabalham actualmente bem como todos os que por lá passaram.

 

Mas está especialmente de parabéns o José Manuel Costa.


15 anos a edificar um projecto que é hoje líder no sector da comunicação em Portugal. 
 

 

publicado por Rodrigo Saraiva às 14:34
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 13 de Abril de 2009

Silas Siakor dá uma "perspectiva humana" sobre a sustentabilidade

Silas Siakor no base da ONU em Monróvia/Foto Andy Black

 

Nos dias que correm são muitas as conferências e as iniciativas realizadas com o objectivo de abordar a temática da sustentabilidade. Algumas delas com interesse, outras nem tanto... Em muitos casos, as ideias vão-se repetindo ou sendo recauchutadas de orador para orador, sem que isso acrescente valor ao debate.

 

O debate da sustentabilidade passou em muitos casos a ser um tema da "moda" dos países desenvolvidos. Empresários, activistas, políticos, gestores, não há quem queira ficar de fora desta problemática.  

  

Mas, a verdade é que apesar dos esforços, nalguns casos meritórios, admita-se, são raras as vezes em que o debate é feito em toda a sua amplitude. E porquê? Precisamente porque o conceito da sustentabilidade tem sido abordado sob pressupostos existentes apenas nos países desenvolvidos. Por isso, não é de estranhar que este tema tenha sido quase sempre trabalhado numa óptica empresarial ou política. 

 

Ora, em muitas regiões do mundo a ausência de um tecido empresarial forte e de sistemas políticos eficazes inviabilizam qualquer potencial enquadramento do conceito de sustentabilidade debatido nos moldes em que é procurado para países como, por exemplo, os Estados Unidos, França ou Portugal.

  

É nesta lógica que o liberiano Silas Siakor, considerado um dos heróis do ambiente de 2008 pela revista TIME, introduz uma "perspectiva humana" ao debate da sustentabilidade.

 

publicado por Alexandre Guerra às 07:25
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 3 de Abril de 2009

Semana "agitada"

Na passada sexta-feira escrevi no twitter o seguinte: "O inicio da próxima semana será positivamente agitado nas PR portuguesas com iniciativas de partilha de conhecimentos!"

A essa data fiz essa afirmação tendo em conta dois eventos que iriam ter lugar e que, por isso, eram do conhecimento público. Falo da conferência com David Plouffe, promovida pela Cunha Vaz & Associados, e da conferência de apresentação do Trust Barometer da Edelman, promovida pelo Grupo GCI em parceria com a APEME, contando com a presença de Augusto Mateus.

Mas mais acontecimentos marcaram esta semana, demonstrando que o mercado das consultoras e agências de comunicação em Portugal está animado. Algumas já eram faladas em surdina nos "corredores" e outras foram surpresas, sendo que agora caberá ao mercado, provavelmente estranhar de inicio, mas depois entranhar.

Ora vejamos em resumo.

Aproveitando a conferência de David Plouffe, António Cunha Vaz aproveitou para anunciar que este ano não trabalhará a comunicação de campanhas políticas. Não querendo duvidar, mas recordo-me de uma expressão bem conhecida do mundo futebolístico "o que hoje é verdade, amanhã é mentira". Veremos o que acontece. 

 

A mesma CV&A anuncia hoje a abertura de escritório em São Paulo, através da aquisição de uma empresa local, bem como o aumento do seu capital.

 

Depois da aposta em África, nomeadamente Angola onde também está em força a LPM Comunicação, António Cunha Vaz atira lanças para o outro lado do Atlântico, estendendo os braços lusos da comunicação por esse mundo depois de apostas em outras geografias, como da Youngnetwork na Croácia.

 

Angola também deu em parte o seu contributo para esta semana "agitada". Os agentes locais parece que não terão ficado agradados com a entrega de um projecto relacionado com o CAN 2010 a uma agência / consultora portuguesa e os meios locais disso fizeram nota.

Voltando ao marketing político a Meios e Publicidade preparou um trabalho sobre o tema para a sua edição impressa de hoje. Veremos o que descobriu.

O Grupo GCI continuando o seu processo de aumento de competências e reforço dos recursos humanos, anunciou a contratação de Rui Camarinha e Rui Ventura. Dois "tiros" surpreendentes de José Manuel Costa.

E para uma época de crise em que se houve falar de cortes nos budgets de comunicação é bastante positivo ver diversas agências / consultoras a anunciar novos clientes! É só passar os olhos pela Briefing e pela M&P e contar. Um sinal de dinamismo do mercado e isto, claro, sem contar com as novas contas que não são tornadas públicas.
 

publicado por Rodrigo Saraiva às 12:51
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 23 de Fevereiro de 2009

o ano que passou - Green Festival

 

 

publicado por Rodrigo Saraiva às 10:52
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 21 de Janeiro de 2009

o ano que passou - 2

Desafio: Entrada de empresa em Portugal com construção de unidade industrial.

 

Plano elaborado, apresentado e aceite. Avancemos!

Primeiros passos, informar e sensibilizar os media. Bons resultados, projecto já é referência na zona em questão, bem como um dos principais investimentos a nivel nacional. De seguida, criar envolvimento com comunidade local. Protocolos com instituições locais e regionais assinados. Chegou grande momento, lançamento da primeira pedra: presença de Primeiro-Ministro, Ministro da Economia e Inovação, Presidente da Câmara Municipal e uma centena de convidados. Produção, Media Relations e Protocolo impecáveis! Um sucesso!

Cliente que assume postura de parceiro! Só pode funcionar bem.

 

 

post publicado aqui

 

.

publicado por Rodrigo Saraiva às 15:52
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 20 de Janeiro de 2009

o ano que passou - 1

Desafio: colocar na agenda uma patologia!

Plano apresentado, avancemos!

Prescritores, Decisores e Influenciadores envolvidos e a fazer endorsement. Momentos e acções realizados em unidades de saúde e em locais de decisão política debatendo a temática. Encontros informais entre Prescritores e Decisores. Envolvimento de Prescritores do futuro. Artigos de opinião em vários jornais e revistas, generalistas e especialistas. Entrevistas em jornais, rádios e televisão. Fóruns em rádio e televisão. Noticias, muitas!

Desafio ganho!

Foi um prazer! Um trabalho de equipa! Parabens!

Um case study de comunicação integrada!

 

 

post publicado aqui.

 

.

publicado por Rodrigo Saraiva às 12:27
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 3 de Dezembro de 2008

Uma boa razão ...

... pela qual não tenho tido muito tempo para PiaR.

(uma entre várias).

 

A partir desta 5ª feira e durante 5 dias, no Centro de Congressos do Estoril, o Green Festival irá festejar o planeta.

Logo a começar uma Grande Conferência em que o convidado internacional é Joschka Fischer, ex Vice Chanceler e Ministro dos Negócios Estrangeiros alemão.

 

    

 

 

publicado por Rodrigo Saraiva às 00:43
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 12 de Novembro de 2008

Está a valer a pena

Por vezes acontece desenvolver um projecto que o fazemos, mas sem grande motivação. É apenas isso, fazemos, executamos.

 

Outros há que dão um gozo particular. Principalmente aqueles que ainda vimos no "papel" e demos o nosso contributo para os primeios passos.

 

O Green Project Awards, que tem a sua primeira edição quase no fim, é um deles. Um projecto 3D, bem pensado e no tempo devido. Vários públicos envolvidos e impactados.

 

Dia 27 lá estaremos a aplaudir os primeiros galardoados.

 

publicado por Rodrigo Saraiva às 00:52
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 24 de Setembro de 2008

Outro Poleiro

O PiaR, criado por mim e pelo Alexandre, embora temático na nossa área profissional, Comunicação em geral e Public Relations em particular, é um blog pessoal. Mas sendo pessoal também não esconde a empresa onde trabalhamos, o Grupo GCI, que tem o seu próprio blog, tal como anunciado pelo José Manuel Costa na última edição da Meios & Publicidade.

 

Independentemente de termos sido desafiados a escrever no Blog GCI, é mais um que merece ir aqui para a barra da direita ---»

 

Boas viagens!

 

Aproveitando este post deixamos os textos que já publicámos no Blog GCI.

 

publicado por Rodrigo Saraiva às 00:04
link do post | comentar | favorito

autores

Contacto

piar@sapo.pt

tags

todas as tags

links

twitter wall @blog_PiaR

arquivos

pesquisar

subscrever feeds

Visitas ao poleiro