Sexta-feira, 14 de Fevereiro de 2014

Bom jornalismo

Uma boa entrevista é aquela que selecciona alguém com coisas interessantes para dizer. Alguém capaz de nos seduzir com um fio discursivo. E, se for polémico, tanto melhor.

Uma boa entrevista é aquela em que o entrevistador nunca cede à tentação de sobrepor o seu ponto de vista ao do entrevistado. É a que concede espaço, tempo e protagonismo a quem se elege como interlocutor.

Uma boa entrevista é a que desvenda facetas ignoradas de alguém que julgamos conhecer.

Uma boa entrevista é aquela que regista, com a minúcia necessária, uma voz diferente de todas as outras.

 

Querem um exemplo muito recente de uma boa entrevista? Leiam a que vem hoje no W, o caderno de sexta-feira do Jornal de Negócios. Seis páginas de estimulantes declarações de Baptista-Bastos, a poucos dias de festejar o 80º aniversário. "Ainda bem que tive a sorte de ter tido muitas dificuldades", confessa este homem de "voz toniturante" que se emociona ao mencionar a mulher que permanece há meio século a seu lado.

À conversa com Celso Filipe e Lúcia Crespo, jornalistas que demonstram o dom cada vez mais raro de saber escutar.

 

publicado por Pedro Correia às 22:34
link do post | comentar | favorito

autores

Contacto

piar@sapo.pt

tags

todas as tags

links

twitter wall @blog_PiaR

arquivos

pesquisar

subscrever feeds

Visitas ao poleiro