Quarta-feira, 17 de Junho de 2009

Querem matar as PR?

Eu não acredito em bruxas ... mas depois disto, agora isto?!

 

Se os argumentos e a análise de futuro ainda justificassem as afirmações que são feitas, mas nem isso.

 

publicado por Rodrigo Saraiva às 09:22
link do post | comentar | favorito
3 comentários:
De FlaviaPM a 17 de Junho de 2009 às 10:46
Acho que aqui http :/ www.pr-squared.com index.php /2009/06 the-next-50-years-of-public-relations ) tens uma excelente resposta a toda esta vaga de posts sobre o fim das RP.
Acho que quem afirma tal coisa, não entende e não sabe do que fala, simplesmente não percebe que relações públicas nada mais é do que o relacionamento de empresas com o público.
De propagandaearte a 17 de Junho de 2009 às 16:41
Concordo em gênero, número e grau com a Flávia. Sou publicitário, não PR, mas seria inconsequência de minha parte não perceber a importância das PR uma campanha publicitária (bem estruturada). Relações de empresas com o público sempre foram, são e continuarão sendo "ad eternum" fator importantíssimo para branding, venda direta, venda por atacado ou lá o que mais seja. É como design; cada um dentro de sua área, mas trabalhando em conjunto e em prol (principalmente, em prol) do cliente.
Não da para deixar de reconhecer a importância do trabalho de PR. Não dá para deixar de reconhecer a importância do trabalho de design (vide Cannes 2008 e agora, em 2009). Não dá para deixar de reconhecer a importância do trabalho de publicidade. Tudo para vender, num mundo capitalista e consumidor. Altamente consumidor e cada vez mais "comoditizado", o que dá margem a uma luta mais ferrenha para que, quem tem seu lugar ao sol, não o perca para a concorrência.
Tais afirmações, portanto, em relação às PR, são, a meu ver, francamente descartáveis e pura balela.
De propagandaearte a 17 de Junho de 2009 às 17:24
DEU NO MEIOS & PUBLICIDADE !!!
SERÁ À TOA?


Omnicom quer criar gigante das relações públicas
17 de Junho de 2009, por Rui Oliveira Marques

O grupo de comunicação Omnicom está a fundir as operações da Ketchum e da Pleon, duas redes de relações publicas que têm, respectivamente, uma presença mais sólida nos mercados norte-americano e europeu. Segundo a AgAge, a nova network irá permitir a criação de um gigante com mais de dois mil empregados e 103 escritórios em 66 países.

Comentar post

autores

Contacto

piar@sapo.pt

tags

todas as tags

links

twitter wall @blog_PiaR

arquivos

pesquisar

subscrever feeds

Visitas ao poleiro