Sexta-feira, 13 de Março de 2009

Depois de eleger Obama, agora é tempo para as conferências de 50 mil dólares

 

  Foto:Charles Rex Arbogast/Associated Press

 

David Plouffe, o director da campanha eleitoral de Barack Obama, virá a Portugal no próximo dia 30 a convite da Cunha Vaz & Associados. Plouffe foi um dos principais responsáveis pela vitória de Obama.

 

O seu papel foi de tal forma preponderante que, poucos meses após as eleições de Novembro, já assinou um contrato milionário para a publicação de um livro no próximo Outono. A editora será a Viking, pertencente ao Penguin Group, e terá como título: "The Audacity to Win: The Inside Story and Lessons of Barack Obama's Historic Victory."

 

De acordo com um comunicado divulgado em Fevereiro pela Viking, o livro incidirá sobre todo o processo eleitoral: "The deliberations about whether to run against long odds, the epic primary battle with Hillary Clinton, the drama of the general election campaign against John McCain and the strategic roads taken and not taken ... The book will also detail the business lessons to be learned from the formation and the functioning of an unprecedented $1 billion start-up use of technology, crisis management, grass roots, and personnel management." 

 

Atendendo ao facto da campanha eleitoral de Barack Obama ter angariado o maior valor de sempre em fundos (750 milhões de dólares) e de ter sido considerada por muitos como uma das mais inovadoras e eficazes, o livro de Plouffe será certamente um importante testemunho para todos aqueles que se interessam pelas public relations em geral e pela comunicação política em particular.

 

Enquanto o livro não chega às bancas, e a poucos dias de Plouffe estar em Lisboa, será, proventura, interessante conhecer-se melhor o perfil deste consultor de comunicação. E, para isso, nada melhor do que ir às origens da campanha eleitoral e ver e ouvir uma entrevista dada a John Harwood do New York Times ainda antes da SuperTuesday em Fevereiro do ano passado.

 

Num estilo discreto e vestido de forma descontraída, com os holofotes ainda afastados, Plouffe revela ter uma estratégia muito focada e bem definida para os combates que se seguiam. Também numa entrevista dada em Abril do ano passado ao National Journalo consultor pormenoriza ainda mais o seu pensamento. 

 

Meses depois e após um percurso de combate eleitoral intenso, Plouffe adquriu um estatuto de vedeta, responsável por um dos fenómenos mais interessantes da comunicação política dos últimos anos. O seu reconhecimento é hoje uma evidência, de tal forma que os convites para conferências começam a surgir.

 

Plouffe esteve sempre próximo do Partido Democrata, tendo desde os anos 90 desenvolvido trabalho de campo em termos de comunicação política. É em 2000 que entra para AKP&D Message and Media, onde Axel Rod também era partner. A partir dessa altura participou em algumas campanhas democratas de relevo, culminando na batalha eleitoral das presidenciais de 2008.

 

Na sua nova vida pós-eleições, David Plouffe esteve recentemente na Universidade de Gerb, em Baku, Azerbeijão, para fazer uma apresentação sobre a internet e as eleições, cobrando um valor de 50 mil dólares para ser doado a uma organização de promoção à democracia. Plouffe foi ainda recebido pelo Presidente azeri, Ilham Aliyev. 

 

Daqui a uns dias vem a Lisboa para dar uma conferência que, segundo este autor sabe, está a ser muito concorrida. É provável que em tempo de eleições em Portugal, haja quem aproveite a passagem de Plouffe pela capital portuguesa para receber umas dicas para as campanhas que se avizinham.

 

publicado por Alexandre Guerra às 17:48
link do post | comentar | favorito
1 comentário:
De propagandaearte a 13 de Março de 2009 às 20:28
Caro Alexandre:

Este será um evento que nuca irei me perdoar por não poder estar presente. Gostaria muitíssimo que enviassem para o meu e-mail pessoal um compacto do mesmo, caso venha a ser feito, ainda que seja só em audio, ok?
Queria poder saber o que o David Plouffe tem a dizer e aproveitar para aprender um pouco mais com ele.
Se der, tudo bem. Se não for possível, paciência.
De qualquer forma agradeço a você e aproveito para perguntar se já receberam o livro.
Grande abraço do Marco.

Comentar post

autores

Contacto

piar@sapo.pt

tags

todas as tags

links

twitter wall @blog_PiaR

arquivos

pesquisar

subscrever feeds

Visitas ao poleiro