Quinta-feira, 5 de Fevereiro de 2009

Proteccionismo

Se há uma característica que podemos apontar para o mercado nacional das Public Relations é que existe uma espécie de “proteccionismo”.
 

As Consultoras lideres de mercado são de capitais nacionais! Obviamente que tal não se deve a qualquer proteccionismo, mas sim à qualidade, criatividade e eficácia do trabalho desenvolvido e dos recursos humanos, bem como à gestão das mesmas.
As multinacionais presentes em Portugal, embora algumas tenham notoriedade e qualidade de serviço, não estão no topo do ranking.
 

Mas se por um lado existe este reconhecimento de que “o que é nacional é bom”, também não deixa de ser verdade que muitas das Consultoras nacionais apostam numa estratégia de ligação e integração de networks internacionais. Algumas fazem valer, de facto, essa ligação, mas outras será apenas por “charme”, ou como se costuma dizer “porque fica bem”, porque é “sexy”.
 

E as Consultoras internacionais parece que, nos últimos anos, reconheceram esta realidade do mercado português. Algumas chegaram e instalaram-se, numa perspectiva de futura aquisição sondaram e “apalparam” o mercado, mas no fim optam por estabelecer parceria e dar a primazia de actuação a uma Consultora nacional.


 

publicado por Rodrigo Saraiva às 12:28
link do post | comentar | favorito

autores

Contacto

piar@sapo.pt

tags

todas as tags

links

twitter wall @blog_PiaR

arquivos

pesquisar

subscrever feeds

Visitas ao poleiro