Quinta-feira, 3 de Outubro de 2013

Museu da Presidência da República recria a revolução de 5 de Outubro no Twitter

Em Portugal, são poucas as marcas que utilizam de forma correcta o Twitter, e este tipo de acções são muito escassas (e louváveis).

Gostei da iniciativa!

 

Assim, transcrevo as informações que me chegaram da iniciativa:

 

Indo ao encontro de um dos seus objectivos – divulgar a História Contemporânea de Portugal – o Museu da Presidência da República evoca a implantação da República recriando a revolução republicana via Twitter. Através do relato de uma personagem ficcionada da época – o jornalista António Firmino -, a revolução será narrada na primeira pessoa, em curtos tweets, entre os dias 3 e 5 de Outubro, na conta Twitter do Museu da Presidência da República. Eis o retrato de António Firmino que nos vai guiar nesta viagem até 1910:

Jornalista, nasceu em 1887 em Alcântara, bairro lisboeta que conhece como a palma das suas mãos: das fábricas de sabão e de louça – onde sempre viu os pais trabalharem – aos becos que lhe acolheram as brincadeiras de gaiato. Foi no seu bairro que ouviu pela primeira vez a palavra República, que nunca mais lhe saiu da cabeça. Homem de sentidos apurados, nos primeiros dias de Outubro de 1910 captou em Alcântara os sussurros da Revolução…

 

Sigam este museu, aqui.

publicado por Virginia Coutinho às 09:55
link do post | comentar | favorito

autores

Contacto

piar@sapo.pt

tags

todas as tags

links

twitter wall @blog_PiaR

arquivos

pesquisar

subscrever feeds

Visitas ao poleiro