Terça-feira, 2 de Julho de 2013

As ilusões da comunicação de "estados de alma" e percepções

Depois de conhecida a demissão de Paulo Portas esta Terça-feira à tarde, as televisões deram espaço aos seus comentadores, para poderem "comunicar" as suas teses e doutas opiniões. Daquilo que se pôde ouvir, constatou-se uma ideia transversal a quase todos os comentadores: a urgência de convocar eleições antecipadas.

 

Esses mesmos comentadores partem do pressuposto que é essa a vontade de todos os portugueses -- ou pelo menos da maioria --, no entanto, não apresentam qualquer dado factual que sustente essa realidade. Na verdade, esses comentadores limitam-se a proferir "estados de alma" sem qualquer sustentação científica.

 

Porque, sondagens quanto às intenções de voto nos partidos tem havido muitas, mas quanto à "vontade" dos portugueses interromperem a actual legislatura, as empresas de estudos de opinião não têm feito a pergunta certa. E a pergunta seria mais ou menos esta: "Tendo em conta a situação política e económica no País, acha que devem ser convocadas eleições antecipadas?"

 

Este poleiro acredita que a resposta surpreenderia muitos desses comentadores que, provavelmente, teriam que rever as suas "certezas" quanto às intenções do povo. As pessoas podem estar descontentes com a situação no País e revoltadas com o Governo, mas não são estúpidas nem imprudentes.

 

Só é possível fazer-se um comentário sério e credível quando se tem uma base minimamente factual, não bastando percepções, que muitas das vezes podem ser ilusórias e enganadoras.

publicado por Alexandre Guerra às 22:44
link do post | comentar | favorito

autores

Contacto

piar@sapo.pt

tags

todas as tags

links

twitter wall @blog_PiaR

arquivos

pesquisar

subscrever feeds

Visitas ao poleiro