Segunda-feira, 9 de Janeiro de 2012

Maomé e as relações públicas

“O momento decisivo não foi a vitória num campo de batalha, mas um espectacular golpe de relações públicas. No ano 628, Maomé apareceu de surpresa em Meca com um milhar de peregrinos desarmados e afirmou o seu direito legal, como árabe, de fazer as suas orações na Caaba. À medida que, solenemente, cumpria os rituais […], os governantes de Meca, de repente, mostraram-se mais tolos do que invencíveis e a oposição começou a desfazer-se. Em 630, Maomé regressou com fileiras de seguidores em massa.”

 

Passagem de Nigel Cliff no seu recente livro Guerra Santa sobre a campanha de Maomé na propagação da sua mensagem aos povos árabes.

publicado por Alexandre Guerra às 22:46
link do post | comentar | favorito

autores

Contacto

piar@sapo.pt

tags

todas as tags

links

twitter wall @blog_PiaR

arquivos

pesquisar

subscrever feeds

Visitas ao poleiro