Segunda-feira, 1 de Agosto de 2011

Comunicar ou não comunicar na chamada Silly Season

Já há muito tempo que me faz alguma confusão a ideia, que muitos transmitem, de que em época de férias não vale a pena comunicar. Dizem que as pessoas estando “a banhos” estão menos susceptíveis a informação. E isto é algo que me faz alguma confusão, pois vejo que me férias as pessoas têm mais tempo para consumir informação. Nas praias, pela manhã, é ver jornais e revistas de baixo dos braços ou nos sacos. Nas esplanadas a imprensa ocupa as mesas. As pessoas pegam em jornais e revistas com mais tempo para lhes dedicar. E até arrisco a dizer que em tempo de férias os meios aumentam as suas audiências secundárias, pois é ver homens a folhear revistas sociais e mulheres a pegar em desportivos (exemplos por excesso).

 

O que não deixa de ser verdade é que nestas épocas há menos temas a ocupar o espaço mediático. Sendo que este ano não encaixa no perfil devido à situação política.

 

Mas voltando a um ano, digamos normal, em que existe a tal Silly Season, havendo mais consumo de imprensa escrita e menos temas a ocupar o espaço, não será esta época de oportunidade para comunicar?

 

 

publicado por Rodrigo Saraiva às 12:28
link do post | comentar | favorito
2 comentários:
De Luís Paulo Rodrigues a 1 de Agosto de 2011 às 15:19
Claro que sim. Como diz, e bem, as pessoas estão mais disponíveis para consumir a informação. Além disso, há um outro fenómeno que é novo: hoje, com as novas tecnologias, as pessoas acabam por não ir de férias. Isto é, as pessoas saem dos seus empregos por uns dias, saem do seu país, mas continuam próximas nas redes sociais, onde também consomem informação... Eis a aldeia global...
De Telmo Carrapa a 2 de Agosto de 2011 às 17:01
Rodrigo,
Não podia estar mais de acordo com o que escreves. Sempre achei que esta era uma excelente altura para comunicar, precisamente porque há mais tempo para "digerir" a informação.
Para além disso, em 16 anos de profissão, foram raras as silly seasons em que não tive uma situação de potencial crise. Há menos assuntos, por isso os que há são explorados até ao "tutano" pelos meios. Silly? Talvez, mas com muito trabalho pelo meio, sobretudo para quem estiver atento.
Abraços.

Comentar post

autores

Contacto

piar@sapo.pt

tags

todas as tags

links

twitter wall @blog_PiaR

arquivos

pesquisar

subscrever feeds

Visitas ao poleiro