Terça-feira, 29 de Junho de 2010

E a comunicação política torna-se muito mais apelativa...

Soraya Sáenz de Santamaria, Porta-voz do PP/Foto Europa Press

 

Soraya Sáenz de Santamaría, porta-voz do Partido Popular espanhol, é um dos principais rostos da comunicação do principal partido da oposição ao Governo do PSOE de José Rodríguez Zapatero. Ontem, foi a responsável do PP que reagiu à importante decisão do Tribunal Constitucional sobre o Estatuto da Catalunha, quatro anos depois dos populares terem requerido a fiscalização da “constituição” daquela região espanhola.

 

Embora o Tribunal Constitucional tivesse aprovado quase todo o Estatuto, 14 artigos foram considerados inconstitucionais e a referência no Preâmbulo da Catalunha enquanto nação “carece de eficácia jurídica”. Ora, este era um dos pontos mais importantes para o presidente da Generalitat, o socialista José Montilla, que, ontem, em conferência de imprensa, manifestou o seu descontentamento com a decisão do Tribunal.

 

Santamaria e Montilla representam diferentes estilos e imagens quase antagónicas de actores políticos. A primeira é jovem (não tem mais de 40),  sensual e arrojada, o segundo já passou os 50, é "cinzento" e monótono. Quanto ao conteúdo da mensagem? Pouco interessa para este caso, porque ambos têm diferentes pontos de vista e certamente os seus "públicos" fidelizados.

 

O importante é perceber qual destes dois “speakers” tem maior capacidade para cativar novos eleitores e interlocutores, mobilizar pessoas ausentes e distantes da política ou estimular o eleitorado mais dinâmico e urbano. Uma coisa é certa, dificilmente Montilla conseguiria prender a atenção das pessoas incluídas nestas categorias. 

 

Por outro lado, Santamaria tem características que podem ser muito eficazes na comunicação para aqueles públicos, pelo menos num primeiro momento. E se Santamaria reteve a atenção do autor destas linhas por alguns minutos, ao qual o Estatuto da Catalunha é um assunto lateral, mais facilmente conseguirá mobilizar um jovem em Barcelona ou em Madrid, nem que seja para ouvir as primeiras palavras de uma qualquer comunicação sua.

 

publicado por Alexandre Guerra às 01:56
link do post | comentar | favorito

autores

Contacto

piar@sapo.pt

tags

todas as tags

links

twitter wall @blog_PiaR

arquivos

pesquisar

subscrever feeds

Visitas ao poleiro