Quarta-feira, 16 de Dezembro de 2009

Quem não quer ser lobbyista, não lhe veste a pele

Em Portugal a atitude perante o lobbying é de enfiar a cabeça na areia ou assobiar para o lado. Em outras paragens, como é o caso actual no Reino Unido, para além do reconhecimento da actividade ser uma realidade, a discussão passa por novas regras que impliquem mais transparência. Mas não está fácil.

publicado por Rodrigo Saraiva às 12:24
link do post | comentar | favorito
1 comentário:
De Helena Coelho a 16 de Dezembro de 2009 às 16:52
e há até quem lhe chame networking ;)

Comentar post

autores

Contacto

piar@sapo.pt

tags

todas as tags

links

twitter wall @blog_PiaR

arquivos

pesquisar

subscrever feeds

Visitas ao poleiro